19 | 04 | 2019
RedGlobe Notícias
Statistics

Today: 8814

Yesterday: 21349

Since 01/06/2005: 50195480

PCP PortugalO PCP condena o «reconhecimento» e apoio anunciado pelo Governo do PS, com o apoio do PSD e CDS, ao «presidente» fantoche nomeado pela Administração Trump para a Venezuela, que contou com o apoio imediato de Bolsonaro, numa intolerável afronta à soberania e independência da República Bolivariana da Venezuela, ao povo venezuelano, à Carta das Nações Unidas e ao Direito Internacional.

Desrespeitando a Constituição da República Portuguesa e ao arrepio dos interesses do País e do povo português, o Governo PS opta pelo apoio aberto à operação golpista contra a Venezuela, tornando-se assim co-responsável pela actual escalada de agressão levada a cabo pelos EUA, apoiada pela UE, e pelas suas graves e perigosas consequências para o povo venezuelano e a comunidade portuguesa que vive naquele país.

O PCP considera de extraordinária gravidade tal posição de seguidismo com a acção de ingerência contra a Venezuela, alinhada com os sectores mais agressivos, golpistas e reaccionários, responsáveis por outras agressões, como contra o Iraque, a Líbia ou a Síria.

O PCP reitera que não é com o alinhamento com aqueles que são responsáveis por tentativas de golpes de Estado, violência e terrorismo, sanções e bloqueio económico, confiscação ilegal de bens e recursos financeiros da Venezuela ou por provocações junto à sua fronteira a coberto de uma dita «ajuda humanitária», assim como com a ameaça de intervenção militar reafirmada por Trump, que se defenderão os interesses do povo venezuelano e do povo português, incluindo da comunidade portuguesa naquele país.

A única posição consentânea com a defesa da paz, dos interesses e aspirações do povo venezuelano é o respeito do seu direito a decidir, sem ingerências externas, o seu futuro.

Fonte: PCP / RedGlobe

Real time web analytics, Heat map tracking
Solidaritätsanzeige